terça-feira, 28 de março de 2017

FLORESTA SEM FRONTEIRAS NO MONTEMURO E PAIVA

Castro Daire, dia 31 de Março. Estaremos lá a apresentar o plano de reabilitação da Fábrica de Resinas de Figueiredo de Alva!



segunda-feira, 27 de março de 2017

DEBATE A FLORESTA EM PORTUGAL: UM APELO À INQUIETAÇÃO CÍVICA

29 de Março  - 14H30



SALA DE ATOS

INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA





Debate sobre o estado da floresta portuguesa, tendo como ponto de partida o livro “A Floresta em Portugal: um apelo à inquietação cívica”, de Victor Louro.

O evento decorre no âmbito dos seminários CEF/CEABN: Ecologia, Florestas e Conservação. Conta com a presença do autor, Victor Louro, de Fernando Oliveira Baptista (ISA), Francisco Rego ( CEABN/ISA), Tito Rosa (LPN - Liga para a Protecção da Natureza) e moderação de Helena Pereira (CEF/ISA).

Sinopse do livro:

Esta obra foi escrita em torno de duas ideias centrais: aproximar a problemática da floresta em Portugal do público curioso e minimamente interessado e fazer uma leitura da floresta sob pontos de vista diversos dos habitualmente usados. Não sendo um livro técnico nem, muito menos, científico, a sua escrita “radica na convicção de que uma das razões por que a floresta é tão mal tratada é o facto de ser muito desconhecida”. “Boas soluções carecem de boas razões; e estas, para o serem, precisam de boa informação e reflexão crítica”. Este livro contém alguma memória pessoal, pois o autor viveu muitas experiências ao longo da sua vida profissional que o convenceram da insuficiência dos conhecimentos com que são comummente tratados os assuntos relativos à floresta. É também uma boa razão para ensaiar formas 



          
...

Anilhagem Científica de Aves & Identificação de Morcegos

A Associação Transumância e Natureza, irá realizar nos dias 1 e 2 de Abril, sessões de anilhagem de aves e captura de morcegos com o objetivo de promover e dar a conhecer técnicas de monitorização da avifauna e quirofauna na Ribeira do Mosteiro, situada em pleno Parque Natural do Douro Internacional.
A anilhagem científica é um método de investigação que se baseia na marcação individual de aves, as quais se atribui uma combinação única de caracteres a cada um dos indivíduos capturados. Através da interpretação dos dados morfológicos e biométricos obtidos durante a atividade de anilhagem é possível obter um conhecimento mais profundo das diversas espécies e respetivas populações, bem como sobre as características dos indivíduos que as compõem. Assim, quando uma ave é capturada na rede de um(a) anilhador(a) este(a) procura-se obter a maior quantidade possível de informação, atuando de acordo com os procedimentos estabelecidos pela Central de Anilhagem do país onde foi efetuada a captura. A análise das deslocações de aves anilhadas permite definir as suas rotas migratórias e conhecer as áreas de repouso ou paragem. Fica, deste modo, disponível informação crucial para orientar medidas de conservação efetivas e para guiar no planeamento de sistemas integrados de áreas protegidas para defesa da avifauna. Os morcegos são um grupo onde a observação em campo é difícil e a correta identificação da espécie nem sempre é possível. Assim, durante este curso de iniciação, poderá ficar a conhecer algumas técnicas para captura assim como para identificação. Iremos realizar igualmente transectos acústicos para captação de frequências emitidas por este grupo taxonômico e dessa forma poder fazer a correta identificação da espécie. As redes de captura iram estar a funcionar durante períodos diurnos e noturnos, tentando capturar o máximo de indivíduos possível e de diferentes espécies.
Localização
Na estrada entre Freixo de Espada à Cinta e Barca d'Alva, desvie para a estrada do Candedo / Ribeira do Mosteiro. Para chegar ao local do evento, siga o percurso pedestre marcado como "Percurso Ribeira do Mosteiro – Calçada de Alpajares". Ponto de encontro: moinho da Ribeira do Mosteiro.
Localização GPS do início do Percurso Ribeira do Mosteiro
Calçada de Alpajares: 41.041553, -6.908643. Advertimos que os carros teram que ficar estacionados onde começa o percurso marcado referido no parágrafo anterior.
Refeições
Será servido almoço e jantar no dia 1 de Abril, com um custo associado de 10 euros por refeição. Com opção vegetariana.
Data:
1 e 2 de Abril, 2017
Hora de início
8:00h

sexta-feira, 24 de março de 2017

Reflorestação Serra da Estrela 25 de Maço - Sítio da Rosa Negra


CAMINHAR COM VIDA 2017  Rebolosa - Soito

---


2.ª caminhada ǀ 9 de abril ǀ 11,4 km
 
A segunda caminhada pela “GR 22 – Rota das Aldeias Históricas” vai realizar-se no próximo dia 9 de abril, domingo, ligando a Rebolosa ao Soito.

Os interessados em participar devem inscrever-se até às 16h30 do dia 7 de abril, sexta-feira, no site do Município, aqui, ou através do telefone 271 750 150 (Pavilhão e Piscinas Municipais).

Com um custo de cinco euros, a inscrição inclui almoço, seguro de acidentes pessoais e transporte no final para o local de partida, devendo o pagamento ser efetuado junto dos responsáveis da organização, até dez minutos antes do início da caminhada.

Marque já na sua agenda.

“SABUGAL RESPIRA DESPORTO”

ENCONTRO IBÉRICO DO CARVALHAL – Valorização da multifuncionalidade


No próximo dia 7 de abril, sexta-feira, no Auditório Municipal do Sabugal, vai realizar-se o Encontro Ibérico do Carvalhal – valorização da multifuncionalidade, uma organização do Município do Sabugal, no âmbito da “Sabugal + Valor”.

O carvalho negral constitui o principal património florestal do Sabugal, ocupando 66% do coberto... florestal, encontrando-se disseminado por todo o concelho.

As florestas de carvalho constituem um património natural de grande valor, providenciando importantes funções ambientais, ecológicas e socioeconómicas. São uma fonte de recursos lenhosos e não-lenhosos, cumprem diversas funções ecológicas relacionadas com a proteção do meio ambiente e a conservação da biodiversidade, e desempenham uma importante função paisagística e recreativa. Nos carvalhais, a exploração multifuncional dos produtos não lenhosos - caça, silvopastorícia, cogumelos silvestres, as plantas aromáticas e medicinais, entre outros, em complementaridade com a atividade agrícola e pecuária são, por isso, oportunidades para garantir um adequado rendimento e providenciarem um desenvolvimento florestal sustentado.

Este encontro pretende focar-se precisamente nas oportunidades que a múltipla funcionalidade destes ecossistemas podem gerar na sociedade e economia do concelho.

Para mais informações contactar através do email: sabugalmaisvalor@gmail.com.

SABUGAL RECEBE CAMPEONATO NACIONAL DE PESCA À TRUTA


Este fim de semana, 25 e 26 de março, o rio Côa recebe a segunda prova do Campeonato Nacional de Pesca à Truta, com isco artificial, uma organização da Federação Portuguesa de Pesca Desportiva, com o apoio do Município do Sabugal.
A respetiva prova decorre em zona de pesca sem morte, sendo as trutas restituídas à água.
“SABUGAL RESPIRA DESPORTO”

---

Projeto Biodiscoveries - Newsletter #20 | março 2017

Recuperação da Ribeira de Zebro
O projeto Biodiscoveries centra-se no controlo de espécies invasoras, em especial chorão e acácias, e até há pouco tempo não se tinha debruçado sobre a recuperação da vegetação, que se verificaria depois da morte progressiva do acacial denso que ladeia a vala  que cruza a Mata da Machada.
Ao intervir no acacial junto à vala, o projeto cria condições para a futura recuperação da ribeira, como previsto no Plano de Gestão Florestal da Mata.
Reconhecendo esta oportunidade, optou-se por apoiar pequenas intervenções que, aos poucos, possam servir o objetivo de renaturalização da ribeira. Foi exemplo disso a Oficina de Engenharia Natural que decorreu a 18 de fevereiro.
Nos dois a três anos que ainda restam ao projeto, espera-se criar uma dinâmica de intervenção e um interesse que permita que, um dia, a Mata da Machada seja enriquecida com uma verdadeira ribeira, com leitos de cheia, com salgueiros, com carvalhos e todos os outros elementos que a enriquecem biologicamente.
Não vai ser amanhã, não vai ser fácil. Com a sua ajuda, será mais fácil.
Biodiscoveries na APA
A convite da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), o Projeto Biodiscoveries participou numa das Sessões Regionais de Divulgação de Projetos e Boas Práticas LIFE, no âmbito do Projeto LIFE de Capacitação Nacional (LIFE14 CAP/PT/000004), que tem como principal objetivo potenciar o uso deste instrumento financeiro.
As Sessões Regionais visam complementar a informação apresentada na Sessão de Informação Nacional, apresentando de forma prática um leque diversificado de projetos e abrangendo todo o território nacional, com vocação e massa crítica para a apresentação e desenvolvimento de projetos LIFE. A referida apresentação teve lugar no passado dia 1 de março e permitiu promover o projeto Biodiscoveries mas também transmitir a experiência e dar testemunho da utilização do Programa LIFE, junto de potenciais promotores e outros agentes regionais.
E as ações continuam…
O LIFE Biodiscoveries não para. Durante o mês de março, outras entidades continuaram a associar-se ao projeto, com o intuito de dar continuidade ao trabalho de controlo das espécies invasoras.
Através do Grupo Flamingo, a EB 2+3 Cruz de Pau participou com cerca de 40 alunos de 6º e 9º ano numa ação de arranque de chorão na Mata da Machada, onde também foi possível observarem os resultados do projeto, em termos do acacial que já está a secar.
No âmbito da parceria estabelecida com o grupo Plantar uma Árvore, também recebemos cerca de 20 voluntários, que se dedicaram ao descasque de acácia.
O Espaço Interpretativo da Lagoa Pequena, em Sesimbra, convidou o Biodiscoveries a participar numa ação de remoção de chorão e descasque de acácia, onde foram apresentadas as técnicas utilizadas na erradicação destas espécies.
Participe neste Projeto! Junte-se a nós aqui.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Mais de uma centena de árvores plantadas no Bussaco por cinco instituições



Mais de uma centena de árvores foram plantadas, ontem (Dia Mundial da Floresta/Árvore), na Mata Nacional do Bussaco (Luso, Mealhada), por responsáveis de cinco instituições (SEPNA-Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR de Anadia, Centro Social Cultural e Recreativo de Poutena/Anadia, delegação de Anadia da APPACDM, EB1 de Trouxemil/Coimbra e EB1 de Luso/Mealhada).
Durante o Dia Mundial da Árvore ou da Floresta, 170 pessoas das referidas instituições participaram em pequenas ações de reflorestação na Fonte Fria e no Sacras, duas zonas da Mata Nacional do Bussaco que estão a ser intervencionadas no âmbito do projeto BRIGHT – Bussaco´s Recovery of Invasions Generating Habitat Threats.
O Dia Mundial da Floresta foi também comemorado, no Bussaco, por meia centena de alunos do Centro Escolar de Sangalhos (Anadia), que visitaram uma parte dos 105 hectares da Mata.

quarta-feira, 22 de março de 2017

IV Jornadas Florestais: Certificação - Processo de Sustentabilidade da Floresta

A AEEF - Associação de Estudantes de Engenharia Florestal está a organizar as IV Jornadas Florestais: Certificação - Processo de Sustentabilidade da Floresta.
Irão realizar-se nos dias 21 e 22 de abril de 2017, no Auditório do Edifício de Ciências Florestais da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Inscrições abrem brevemente.
Para mais informações contactar utad.aeef@gmail.com




terça-feira, 21 de março de 2017

Jornadas Voluntárias de Primavera


por Paulo Domingues
A Primavera já se anuncia em cada botão de árvore e em cada planta verde e as jornadas de Primavera também não se irão atrasar: começam logo no primeiro Sábado de Primavera e prolongar-se-ão até ao último. Eis o calendário:
  • 25 de Março
  • 8 de Abril
  • 29-30 de Abril e 1 de Maio: campo de trabalho científico (CTC) dedicado às invasoras
  • 20 de Maio: jornada de visita
  • 3 e 17 de Junho
O CTC de 3 dias está a ser organizado em parceria com o grupo das invasoras da Universidade de Coimbra e é uma iniciativa um pouco à imagem e por inspiração dos CTC's que este grupo tem realizado ao longo dos anos em locais de interesse conservacionista. Envolverá antigos participantes de outros CTC's e logo veremos se no Sábado poderemos também acolher alguns dos participantes habituais nas nossas jornadas. Claro, o tema deste CTC é o controlo das espécies invasoras. Utilizaremos as técnicas já conhecidas e actualizaremos conhecimentos com quem está na "crista da onda" neste assunto.
Nas restantes jornadas continuaremos o trabalho das invasoras e cuidaremos das árvores plantadas nos últimos anos, começando desde logo com as plantadas este ano, assinalando-as com estacas para que possam ser facilmente encontradas e cuidadas mais tarde.
Embora não incluído no calendário acima, nos dias 5, 6 e 7 de Abril decorrerá a Expo-florestal, onde o Núcleo de Aveiro da Quercus estará presente e onde o projecto deverá ter exposição destacada.
No dia 20 de Maio teremos a já "tradicional" jornada de visita, um momento privilegiado para dar a conhecer a evolução do projecto, os valores naturais que nesta altura se mostram efusivamente, e claro, também os aspectos menos positivos, até negativos... Um momento de celebração, contemplação, reflexão, e, no almoço que se lhe seguirá, até discussão.
Temos assim uma Primavera bem cheia! Até já!

sábado, 18 de março de 2017

Há Conversa



'Há Conversa’ é uma tertúlia mensal, sempre à terceira terça-feira de cada mês. Uma conversa informal com os mais diversos convidados, para aproximarmos as pessoas e falarmos abertamente de questões prementes para o ambiente, a cidadania e a sustentabilidade.
Em Março temos connosco o Eng. Magalhães Crespo responsável pela Delegação de Aveiro da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro. 

A porta da nossa sede está aberta, basta aparecer! Dia 21 de Março, às 21h.
Acompanhamos a conversa com chá e bolinhos

quinta-feira, 16 de março de 2017

Ultimas 48 horas para se inscreverem na Caminhada + Bucho


Workshop Produção de Plantas Aromáticas e Medicinais (PAM)

A iniciativa, sob a orientação de Joaquim Morgado, é direcionado ao público em geral e terá lugar no dia 25 de março.
O CISE – Centro de Interpretação da Serra da Estrela vai realizar, no próximo dia 25 de março, mais uma edição do workshop sobre Produção de Plantas Aromáticas e Medicinais (PAM). Sob a orientação de Joaquim Morgado, é direcionado ao público em geral, mas principalmente potenciais produtores que pretendam adquirir técnicas e conhecimentos sobre produção, transformação, acondicionamento e comercialização de PAM.
No âmbito da sessão teórica serão abordados os aspetos a ter em conta na seleção a instalar, quais as principais espécies com interesse económico em Portugal, métodos para instalação, manutenção e colheita das culturas, a secagem, processamento primário, acondicionamento e comercialização.
No decorrer da atividade serão apresentados ainda vários exemplos de algumas espécies e produtos finais obtidos após processamento/embalamento das mesmas, das quais será disponibilizada uma cópia para cada formando.
A participação na atividade tem um custo associado de 35 euros e pressupõe a inscrição mínima de 12 participantes, num máximo de 20, que pode ser efetuada aqui.  Para mais informações aceda ao  site do CISE ou contacte diretamente o CISE pelo telefone 238 320 300 ou pelo correio eletrónico cise@cise.pt.

CONVITE - 4 ABRIL 2017 (Ordem dos Engenheiros)


quarta-feira, 15 de março de 2017

Venha plantar árvores este fim de semana

Este fim-de-semana, venha plantar connosco!

 


O próximo fim-de-semana será rico em ações de plantação dinamizadas pela Quercus - ANCN.  
No sábado, o Projeto de Reflorestação do Cabeço Santo, promovido pelo Núcleo Regional de Aveiro da Quercus, leva mais uma vez a cabo a plantação de espécies autóctones e controlo de invasoras, em Belazaima do Chão, Águeda.
A atividade terá início pelas 9h e a inscrição é obrigatória para o nosso E-mail cabecosanto@quercus.pt

No domingo, em parceria com a Oporto Adventure Tours e com o viveiro de  Alvaro Afonso Unipessoal, LDA a Quercus promove uma ação de plantação no  Parque Natural da Peneda Gerês (PNPG) na freguesia de Rio Caldo. 
Com início pelas 10h, o ponto de encontro será no  Parque de São Bento da Porta Aberta (41º41'30.52"N 8º12'29.58"O).
As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias e deverão ser realizadas  através do e-mail florestacomum@quercus.pt
Os participantes apenas terão de levar vestuário e luvas apropriados  para o local.


Apelamos à participação do maior número possível de voluntários para levar a cabo esta nobre tarefa!

Caminhada Freineda 19 de Março


Encontro Ibérico do Carvalhal 7 de Abril Sabugal


Oferta de Trabalho nos Fóios

Empresa  na área florestal, encontra se a prestar serviços de resinagem na freguesia dos Fóios, concelho do Sabugal.

Recruta dois colaboradores para executar este serviço.
Para mais informações:
florestadointerior@gmail.com

924 433 370

terça-feira, 14 de março de 2017

“Biomassalland” – Cooperativa de comercialização de biomassa

“Biomassalland” – Cooperativa de comercialização de biomassa
BIO Biomassa
Este projeto, desenvolvido pela Cooperativa Biomassaland, situada em Salland (Holanda), consiste na colheita, secagem ao ar livre e venda aos interessados dos detritos florestais, destinados ao aquecimento de casas, celeiros, piscinas, escritórios, etc. A região em causa sentiu os benefícios deste projeto, financiado pela Medida 413 do PDR 2007 – 2013, nomeadamente através da criação de rendimento extra, energias regionais renováveis e preservação da paisagem.

sábado, 11 de março de 2017

CURSO DE PRODUÇÃO DE COGUMELOS



Métodos e técnicas de produção em Troncos, Substratos e Micorrizas num só curso.

Duração: 8 Horas
Preço: 70 €


Inscrição

Objetivos Gerais da Formação:

Conhecer os métodos e técnicas de produção de cogumelos em troncos;
Conhecer os métodos e técnicas de produção de cogumelos em substratos tratados;
Conhecer os métodos e técnicas de produção de cogumelos silvestres através de micorrização;
Curso especialmente destinado a quem pretende iniciar-se na produção de cogumelos e não sabe qual o método que melhor se aplica à sua realidade ou às estruturas de que já dispõe.


Objetivos especificos da Formação:
Substratos

Breves noções de micologia;
Introdução ao reino dos fungos;
O que é um cogumelo;
Principais espécies de cogumelos cultiváveis em substratos;
Noções de produção;
Tipos de substratos;
Sistemas de controlo de humidade, temperatura, luminosidade e CO2;
Dados técnicos para utilização no cultivo;
Potencialidades do cultivo de cogumelos;
Condições de cultivo;
Estrutura de produção modelo;
Abordagem a incentivos Comunitários;
Parte prática com preparação de substratos lenho-celulósicos.

Troncos

Principais espécies de cogumelos cultiváveis;
Noções de produção;
Tipos de unidades de produção, vantagens e desvantagens;
Organização da estrutura produtiva;
Métodos de produção estático e dinâmico (vantagens e desvantagens)
Sistemas de controlo de humidade e temperatura;
Tipos de troncos, dados técnicos para utilização no cultivo;
Tipos de selagem, vantagens e desvantagens;
Controlo e prevenção de pragas;
Potencialidades do cultivo de cogumelo em troncos;
Condições de cultivo;
Troncos referência;
Valores financeiros;
Mercado dos cogumelos (mercado Nacional e Mundial);
Preço dos cogumelos nos mercados B2B e B2C;
Parte prática com inoculação de tronco para produção de Cogumelos.

Silvestres

Identificação de micorrizas;
Espécies de Cogumelos a produzir;
Espécies florestais com interesse para micorrizar;
Vantagens da micorrização e apresentação de valores de rentabilidade:
Aplicação de micorrizas no setor florestal;
Técnicas de micorrização;
Truficultura ( Trincheiras e poços trufeiros)
Tipos de inoculos;
Valores referência de PH e textura do solo;
Mercado dos cogumelos silvestres (mercado Nacional e Mundial);

http://www.boletosdeorum.pt/epages/960387485.sf/pt_PT/?ObjectPath=/Shops/960387485/Categories/AGENDA_FORMATIVA

Encontro nacional Alternativas aos Herbicidas:

Exemplos e testemunhos
30 de março de 2017, Centro Cultural de Carnide (Lisboa)


Cartaz_encontro_final. herbicida.jpg
Desde o lançamento de uma campanha para promover uma abordagem sem herbicidas nos espaços públicos, em março de 2014, em que as autarquias foram desafiadas a subscrever o manifesto “Autarquia sem glifosato” (versão atualizada para novas subscrições disponível aqui) a Quercus, tem procurado dar o apoio possível às autarquias que já abandonaram os herbicidas para a melhoria do seu desempenho e às que estão em processo de transição, e continua a sensibilizar as autarquias e a população em geral para os impactos dos herbicidas e suas alternativas, nomeadamente através da organização e participação em encontros e debates públicos. 
É neste percurso que entendemos chegado o momento para avançarmos com uma iniciativa de âmbito nacional em que todas as autarquias serão formalmente convidadas a participar, uma vez que será o público-alvo preferencial e as protagonistas na partilha das suas experiências e dinâmicas locais, mas aberto à participação de todos os interessados, nomeadamente na área do urbanismo, serviços de higiene pública, espaços verdes, e da sociedade civil.
Entrada Gratuita com Inscrição Obrigatória

sexta-feira, 10 de março de 2017

Caminhada Rebelhos

Dia 26 de Março contamos com todos vocês para caminharem connosco e passarem o dia connosco. 
Ficamos aguardar a vossa inscrição. GDCR

PROJETO 80 CHEGA A MAIS DE 7000 ALUNOS EM SEIS SEMANAS

logo quercus.jpgFoto-Perfil-Youtube-v2 



PROJETO 80 CHEGA A MAIS DE 7000 ALUNOS EM SEIS SEMANAS

Lisboa, 8 de Março de 2017 – Em apenas seis semanas, mais de 7000 alunos participaram nas dinâmicas e atividades do MOCHE Dá Tudo by Projeto 80, programa de âmbito nacional que sensibiliza os jovens para a sustentabilidade e incentiva o empreendedorismo social e associativismo. Até ao final da sexta semana do Roadshow nacional – faltam ainda três semanas – foram apresentados mais de 150 projetos e iniciativas em prol da sustentabilidade, empreendedorismo social, economia verde e cidadania ativa.
Animação e entusiasmo foram constantes nas 23 Escolas onde o Roadshow P80 já foi recebido. Aveiro, Porto, Castelo Branco, Portalegre, Évora, Beja, Santarém, Lisboa, Faro, Vila Real e Bragança são os distritos já visitados pelo projeto, que termina no dia 24 de março.
A criatividade, o interesse e o sentido crítico dos alunos do ensino básico e secundário para as temáticas ambientais e cívicas têm sido surpreendentes. Acompanhados pelos professores e pela equipa do P80, os jovens criam projetos ambiciosos em torno da comunidade em que se inserem e das boas práticas ambientais, demostrando a sua preocupação e consciência sobre os assuntos que os envolvem direta e indiretamente. O voluntariado, a preservação dos espaços verdes, a reciclagem, a sinistralidade rodoviária foram algumas das temáticas que se destacaram nas sessões realizadas no Roadshow P80.
O MOCHE Dá Tudo by Projeto 80 tem como objetivo formar e incentivar os jovens portugueses, entre os 13 e os 17 anos, a criar e agir em torno dos temas que fazem parte da sua realidade, com vista à promoção de uma cidadania mais ativa e relevante para um futuro sustentável.
MOCHE, Sociedade Ponto Verde, Amb3E – Gestora da Rede Electrão, Luso Fruta e Intra_Rail apoiam este projeto, sendo que reforçam junto da comunidade escolar a importância do associativismo, da mobilidade e do turismo sustentáveis em Portugal, assim como acentuam a educação ambiental para a sustentabilidade.
A Agência Portuguesa do Ambiente, a Quercus e o IPDJ – Instituto Português do Desporto e da Juventude têm levado a cabo iniciativas de promoção de comportamentos ambientalmente sustentáveis e do associativismo.
MOCHE, parceiro DáTudo do Projeto 80, estimula a criatividade e o empreendedorismo digital através da atuação do cantor PROFJAM, um dos rappers portugueses mais promissores da atualidade de acordo com a Trendsmap Portugal, que tem desafiado os jovens a rimarem o seu futuro e candidatarem-se a participar com o próprio rapper num dos seus concertos. Até ao momento já foram submetidas mais de 80 rimas, com elevada originalidade e qualidade, o que tem dificultado o processo de decisão do PROFJAM.
“Estórias de RIRciclar” é a dinâmica apresentada pela Sociedade Ponto Verde que, através do humor expressado por Afonso Paiva, sensibiliza os jovens para a importância de separar e reciclar os resíduos de embalagem como hábitos quotidianos.
Luso Fruta focou a sua ação no associativismo, promovendo a competição em torno de um estilo de vida saudável, com a realização do Luso Fruta Sports Talent, uma iniciativa em que os alunos, através de desafios mensais ligados ao desporto, podem ganhar prémios não só para si como também para a escola e para a comunidade. Até à data, o Luso Fruta Sports Talent já contou com 24 participações e selecionou o primeiro vencedor, que vai receber um kit desportivo completo patrocinado pela marca.
Até 24 de março, o Roadshow Projeto 80 vai continuar pelas escolas dos distritos de Leiria, Coimbra, Viana do Castelo, Braga, Viseu e Guarda, chegando a milhares de alunos.
O Projeto 80 é uma iniciativa conjunta da Agência Portuguesa do Ambiente, da Direção-Geral da Educação, Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, Instituto Português do Desporto e Juventude, Quercus e Green Project Awards.
Calendário de escolas a visitar no Roadshow P80 e outras informações disponíveis em: www.projeto80.pt e www.facebook.com/Projeto80.
Para mais informações, contactar:

Nuno Sequeira, Coordenador do Grupo de Trabalho de Educação Ambiental da Quercus, telemóvel 93 778 84 74
João Branco, Presidente da Direcção Nacional da Quercus, telemóvel 93 778 84 72

 

Passeios Pedestres - Figueira de Castelo Rodrigo


30 de MARÇO | Materiais Reciclados em seminário

MATERIAIS RECICLADOS EM SEMINÁRIO
MATERIAIS RECICLADOS EM SEMINÁRIO
30 Março 2017 | Auditório da Agência Portuguesa do Ambiente
09H00 Receção dos participantes
o   09H30 Sessão de Abertura João Branco | Presidente da Direção Nacional da Quercus
o   Aline Delgado | Portal da Construção Sustentável
o   Nuno Lacasta | Presidente da APA – Agência Portuguesa do Ambiente (*)
Painel I – Materiais reciclados Moderador: Carmen Lima | Quercus
09H50 A Sustentabilidade dos materiais de construção Aline Delgado | Portal da Construção Sustentável
10H10 Reutilização e reciclagem Reciclagem e reutilização de materiais recicláveis | APA – Agência Portuguesa do Ambiente (*)
10H30 DEBATE | DÚVIDAS 11H00 INTERVALO
Painel II – A sustentabilidade dos processos Moderador: Aline Delgado | Portal da Construção Sustentável
11H30 Case study sobre materiais reciclados (*) A definir | LNEC
11H50 A Sustentabilidade dos Materiais no Projeto LiderA Manuel Duarte Pinheiro | IST (*)
12H10 Soluções de incorporação de granulado de borracha na Construção Climénia Silva | Valorpneu (*)
12H30 Debate | Dúvidas
13H00 ENCERRAMENTO DOS TRABALHOS DA MANHÃ | ALMOÇO LIVRE
14H30 Receção | Reinício dos Trabalhos
14H45 Apresentação do Espaço Empresa
15H00 ESPAÇO EMPRESA (10-15 MIN/CADA)
1.      Bases e Sub-bases (SGR, Vimajas, RCD)
2.      Inovação e sustentabilidade no fabrico de gesso laminado (Gyptec)
3.      Isolamentos naturais (Amorim Isolamentos)
4.      Fachadas Ventiladas (Alucobond)
5.      Coberturas (Gestão de resíduos no fabrico de telhas cerâmicas)
6.      Mobiliário Urbano (Extruplás)
16H30 VISITAS E ESCLARECIMENTOS COM AS ORGANIZAÇÕES PARTICIPANTES
17H30 Síntese dos Trabalhos | Sessão de Encerramento
Carmen Lima | Quercus
Aline Delgado | Portal da Construção Sustentável