quarta-feira, 26 de julho de 2017

Fundo florestal requer reforço de dezenas de milhões no OE2018

Os Orçamentos do Estado para 2018 e 2019 terão de contar com algumas dezenas de milhões de euros para reforçar o Fundo Florestal Permanente. Em causa está a nova política de ordenamento e gestão florestal incluída na reforma do sector que na quarta-feira começou a ser aprovada no Parlamento.
“Tem de ser reforçado o Fundo Florestal Permanente através do Orçamento do Estado, em 2018 e em 2019”, declarou ao PÚBLICO Miguel Freitas, o novo secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, que não quis adiantar valores. Continua in Público


Nenhum comentário:

Postar um comentário